Ela é linda mas não tem nome…

 

Assim como muitos meninos sempre imaginei como seria a mulher perfeita…

Não aquela Angelina Jolie, que não conhecemos e que todos queremos ficar, mas a companheira ideal, lembra? Aquela pra se conviver por uma vida ou mais… será que existe?

A cada namorada, a cada mulher que conhecemos levamos algo conosco, aquela famosa “bagagem” que muitas vezes não é algo que gostamos e temos a certeza que não queremos para nós; e isso é muito mais importante.
Companheiras todas são, cada uma à sua maneira, mas mulher ideal não precisa ser a perfeitinha, aquela criada num Castelo à espera de um príncipe encantado mas alguns pontos são cruciais na escolha de uma companheira/namorada ideal.

Ela não precisa saber escutar, porque eu não falo muito, mas precisa ter idéia do que eu estou falando; concordar e discordar é o de menos, mas tem que ter idéias próprias, opinião… isso me faria acreditar que ela me escolheu por algum motivo – lógico ou ilógico. É… inteligência faz parte da minha mulher perfeita; mas não apareça uma intelectualóide, devoradora de livros, prefiro uma que saiba apenas diferenciar um quadro de Picasso de uma escultura de Michelangelo, aquela que quase implora para eu acompanhá-la a uma comédia romântica no cinema, pra ficar de mãos dadas com ela e achar aquilo, como diria uma amiga… fofo. Sim, uma que saiba indicar Madagascar, Deu a Louca na Chapeuzinho, Shrek ou Nemo, porque são engraçados e, ao mesmo tempo, são inteligentes.

A mulher perfeita é aquela que curte festas, gosta de ir acompanhada e se diverte assim; quer liberdade para dançar, mas dança só para mim… todos olham admirados para o jeito desinibido dela dançar e ela não liga, pois geralmente está de olhos fechados ou encarando os meus. Ela gosta de música eletrônica, se requebra como louca com qualquer bate-estaca mas, em casa, prefere ouvir Legião Urbana. É aquela que pode não entender, mas respeita amizades e compreende a vontade de sair apenas com amigos de vez em quando, ela é independente, mas precisa de carinho; é aquela que gosta de ter o próprio espaço e tal…

Ela sabe que uma paixão se transforma em amor com o tempo, mas que o amor nunca acaba, podendo se transformar em cumplicidade, em fraternidade… ela sabe que não se pode explicar o amor, que podemos apenas senti-lo dentro de nós… e esta falta de palavras não a deixa preocupada, pensando se eu a amo, adoro, é minha amiga ou irmã, pois tem certeza de que estes quatro sentimentos fazem parte do que eu sinto por ela.

Estranho falar da mulher perfeita… a cada pessoa que conhecemos subimos um degrau na escada da nossa perfeição; e continuamos, apesar de sabermos que esta escada ultrapassa o infinito, pois essa perfeição macroscópica, simplesmente, não existe… difícil falar de alguém que amamos e deixamos de lado por motivos imperfeitos.

Post ao som de: Natiruts – Quero ser feliz também

~ por Everaldo Santos em 14 outubro 2008.

9 Respostas to “Ela é linda mas não tem nome…”

  1. Eu poderia estar nessa foto ai…ilustrando perfeitamente todo o conteudo da mensagem ^^ rs!
    pq eu sou pra casar…o problema é que ta cedo ne!? ahuiahauihauihauihuiah!!! xD

    e o home perfeito? sera que existe? Oo

    amo o docin ;*

  2. as vezes falamos que a pessoa perfeita precisa de tudo isso
    e quando achamos alguém que achamos perfeito , olhando de perto não tem NADA do que julgavamos perfeitos , mas ela eh perfeita !
    isso tudo pode ser só um parâmetro.

    ;*

  3. Busca constante de fatores que mais nos agradam ou aqueles que juntos vc jura que te fariam felizes e as vezes vc tem tudo isso renido mas falta algo ou então ela possui tudo que nem combina de fato com vc mas tem o algo mais que faz ser essencial estar junto. Acho que na realidade não existe forma certa, vai mto do encantamento que estamos disposto a dedicar no momento!!!

    Beiiijos

  4. Hahahahaa..demoro anos pra vir aki, mas sempre q venho, adoro ler as coisas que vc coloca!assim como vc aprecia uma mulher inteligente, eu tb sou fã dos homens que conseguem ser.. =)
    adoroooooo!!!
    beijaooooooo

  5. É LINDO ESTE TEXTO, ESTÁ DE PARABÉNS BJS!!!

  6. Cara…desculpe-me a invasão, mas achei seu blog lá na lista da wordpress e confesso que gostei dos seus textos…esse aqui principalmente! Faço minha as suas palavras…a busca incessante pela perfeição que talvez nem exista!

  7. Opa…obrigado pelo comentário e não é nenhuma invasão !
    volte sempre amigo !
    thanks !

  8. Texto incrível. Uma junção de coisas tão simples que formariam mesmo uma mulher perfeita.
    Parabenés.

  9. Eu acredito que, por vezes, homens são mais verdadeiros com essa história de amor do que as mulheres. É engraçado. Sempre vejo homens banalizando o amor, falando de mulheres como se fossem objetos (tudo bem, muitas delas merecem…). Mas quando vejo textos assim, como o seu, surge uma esperança. “Poxa, ainda existe cara legal, que tem sentimentos”. Adorei a descrição da imperfeição do perfeito. No final é bem isso mesmo. A pessoa perfeita para nós surge com o tempo. E o elo se torna tão forte que, as vezes as coisas da vida os separam, mas o sentimento verdadeiro e o aprendizado que houve um com o outro continua lá, intacto. Parabéns pelo texto.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

 
%d blogueiros gostam disto: